Você acha caro tratamento estético? Quanto vale sua saúde e Autoestima?


Pesquisando pela internet vejo coisas absurdas, como falso dermatologista que queimou a pele da cliente, como falsa médica que foi tirar verruga e deixou uma mancha enorme no rosto da paciente  e a pior de todas, a falsa biomédica que aplicou hidrogel na cliente e essa morreu. Não sei qual foi o desfecho dessa história, se ficou comprovado que a mulher morreu por causa do hidrogel ou não, mas o que me chama a atenção é que todos querem realizar procedimentos estéticos ou médicos estéticos, e o pior, sem qualificação. Esses são alguns casos, os mais graves que saíram no jornal.  Mas e os que não saíram? Essa foto aqui debaixo é de uma mulher que teve o rosto queimado por um ginecologista que se dizia dermatologista. (foto: Reprodução/TV Anhanguera)


O mercado da beleza é o único que não cai com a crise, pois as pessoas precisam se cuidar para manterem seus cargos e sua autoestima. Por isso, esse mercado se torna muito sedutor e vem migrando uma quantidade absurda de profissionais para a área. Olha, eu não tenho nada contra as pessoas migrarem para área da estética.  Todos  tem direito de tentar uma oportunidade melhor. O que eu não concordo e isso eu deixo bem claro, é a pessoa achar que por que ela teve um curso que a matriz curricular de saúde é semelhante à de estética, isso a deixa apta a exercer a profissão. Eu lamento muito, mas isso prova que a ignorância em relação à estética é medonha. Ainda as pessoas acham que ser esteticista é passar creme na cara das pessoas. Passar creme é fácil, agora tenta clarear um melasma em uma pele com rosácea sem fazer peeling?  Tenta tratar uma acne grau III em que o adolescente tem tendência a ter cicatrizes e deixar a pele dele intacta? Tenta fazer uma drenagem em paciente com pressão alta descompensada? Essa foi pegadinha, por que não se faz drenagem em paciente com pressão alta descompensada.

Os preços de muitos procedimentos seduzem e como o cliente é leigo, acha que tudo bem. No entanto, não está tudo bem! Um procedimento estético é algo de risco. É a sua saúde e sua autoestima que você está colocando nas mãos do profissional. Se ele não tem a qualificação adequada, o risco de erro se torna imenso e eu sempre falo:  nós não estudamos para fazer apenas  o procedimento, nós estudamos para tomar a providência correta se acontecer algum problema. Como no caso da falsa biomédica,  a delegada ia incriminá-la por homicídio que não há intenção de matar e mudou de ideia quando viu que nos áudios a cliente pedia ajuda para ela e ela falava que aquilo era normal, provando que estava totalmente despreparada para atender uma cliente. Ela acabou sendo acusada por homicídio que há intenção de matar e ainda por uso ilegal da profissão.


A estética infelizmente ainda não é regulamentada como se deve e qualquer um pode fazer o uso dela sem qualificação e nem vai sofrer penas. Só acaba sofrendo se acontece alguma coisa grave. Mas você vai correr esse risco de ser atendida por uma faxineira em uma clinica de estética? Com todo o meus respeitos pela faxineira, pois minha mãe sempre trabalhou como faxineira e eu tenho muito orgulho da mulher batalhadora que ela é. Mas é isso o que acontece nessas clinicas, eles colocam a faxineira, a recepcionista ou quem estiver disponível para atender a demanda de clientes. Esses relatos eu ouvia escandalizada das minhas amigas que trabalharam nesse tipo de clinica.

E não são apenas as pessoas não qualificadas que temos que ter medo. Hoje muitas profissionais que se dizem esteticistas, mas que na verdade fizeram graduação de outra profissão e ao migrarem para estética não se deram ao trabalho de fazer nenhuma especialização em estética também. Uma vez fui receber massagem de uma moça que era famosa na academia que eu fazia e eu tinha pedido para não fazer drenagem linfática, pois estava com um nódulo suspeito na tireoide e a menina me vira e fala pra eu não me preocupar, pois nós tínhamos duas tireoides. Olha, para tudo! Se a pessoa não sabe o mínimo de anatomia voltado para estética e que não deve fazer drenagem em paciente com suspeita oncológica, se joga na BR!  Que horror!


Qual é o preço da sua beleza? Muitas pessoas sucateiam muito o tratamento estético. Não imaginam sequer os gastos que temos com produtos, reciclagens, cursos, descartáveis e as nossas contas que temos que pagar também né, ora. Quantas pessoas que os olhos brilham ao saber que eu sou esteticista e eu como tenho uma mente evoluída e leio pensamentos estúpidos, já vejo na cara da pessoa: de graça! Eu não me tornei esteticista para ser a caridosa da pele. Até ajudamos quem precisa, mas temos nossas contas para pagar como todos os outros profissionais.


Eu me tornei esteticista, pois eu tenho um sonho de poder contribuir de uma maneira boa para a sociedade, e isso é fazendo as pessoas resgatarem sua autoestima. Antes de ser esteticista eu passei por uma crise existencial muito séria, pois minha vocação sempre esteve voltada para humanas e eu estava dividida entre psicologia, pedagogia, filosofia e teologia. Dá pra entender por que eu falo tanto. Foi difícil demais decidir ser esteticista, pois até eu achava que poderia ser algo fútil e foi o padre Alexandre, meu acompanhador espiritual que me ajudou a discernir que minha vocação é ser esteticista. Levo muito a sério minha profissão. Não tive condições de me graduar, mas não fico atrás por que não tenho o diploma de graduação. Sou técnica e uma excelente técnica, a ponto de meus clientes dermatologistas ficarem impressionados com meu conhecimento. Não me arvoro, pois sei que tenho muito que aprender. Mas também não me diminuo e me sinto inferior a ninguém com um diploma de graduação, pois para esses eu tenho um da USP em capacitação em saúde que só eu e mais 99 profissionais no Brasil todo tem. Mas acho importante manter-se estudando e atualizando e pago um pau para quem está coberto de diplomas. Um dia eu também estarei com minha parede coberta de diplomas.  Mas ainda com minha agenda cheia de clientes com resultados.


E você? Para quem você está entregando sua pele? A profissional que você vai é apaixonada? Ela pode não saber de tudo, mas ela sai correndo pra pesquisar uma coisa nova? Até uma doença de pele mesmo que ela não vá tratar, apenas para saber que deve encaminhar ao médico? Quantas vezes eu pesquisei sobre lúpus eritematoso  e até síndrome de Steve Johnson.

Você se preocupa mais com o status do lugar do que com a qualidade do profissional que está te atendendo? Pois é minha gente. Muitas das esteticistas mais feras do nosso Brasil estão em uma salinha pequena, pois está trabalhando sozinha depois de ter sido explorada em muitas clínicas de estética que tem por aí.

Qual o valor que você dá para a sua pele? Você acha caro pagar uma limpeza de pele, mas compra sete sabonetes que te indicaram na internet? Você acha caro fazer uma drenagem linfática, mas ficou toda roxa com o desentupidor de pia que uma benção falou que drenava? Você acha caro pagar por um procedimento e uma sequência de tratamento para melasma,  mas está comprando todos os produtos que suas amigas falaram que é bom e clareia as manchas? Você já passou xixi no rosto, Hipoglós com vitamina E e bapantol na esperança de clarear as manchas e elas nunca clarearam?  E mesmo assim você continua indo de solução mágica a solução mágica, jogando seu dinheiro no lixo na esperança de melhorar sua pele?


Gente do meu Brasil, não quebrem mais a cara. Não arrisquem a pele de vocês. Não joguem seu dinheiro no lixo. Procurem uma esteticista boa e mude a pele de vocês, o corpo, a maneira que você se olha no espelho. Mude a maneira que você se sente. Invista em você e pague o valor justo que vale sua beleza. Não sucateiem tratamentos estéticos.  Isso vale sua autoestima, seu emprego, seu casamento… Não adianta fingirmos que a beleza está só por dentro, pois por fora reflete como está dentro e se fora não está legal, como estará dentro?

Cuidem-se e amem-se. Beijos e boa sorte a todos.

Por Fernanda Pereira

0 visualização

© 2018 Spa Perrout - Emagrecimento & Estética

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon